Início > Uncategorized > Não esquecer Bush

Não esquecer Bush

610x1

Ia passando despercebido à opinião pública mundial o último dia de mandato de George W. Bush como 43.º presidente dos Estados Unidos da América, facto por si só pouco assinalável não fosse o rasto de destruição, morte e desalento que Bush deixa atrás de si. “O melhor que pôde fazer”, sussurram os poucos amigos e apoiantes que restam, alegando a sua fragilidade intelectual; responsabilização, prisão até, clamam os seus detractores.

Para quem não conhece ou não seguiu a tragetória deste político ímpar, Bush foi o culminar de uma progressiva viragem à direita na política mundial, fenómeno que ficou conhecido como neoliberalismo, e figura de destaque do movimento ideológico neocon, a par com eminentes figuras como Karl Rove ou Dick Cheeney.

Ficará na história pelas suas façanhas guerreiras como commander-in-chief da maior potência militar mundial, sendo de realçar a vitória contra as forças ditatoriais de Saddam Hussein no longínquo e bárbaro Iraque, numa guerra global que empreendeu e liderou contra tudo o que mexe e que passou a designar por “terrorismo”. Esta acção valeu-lhe, por parte da opinião pública mundial, a merecida e justa condecoração de Terrorista Internacional. Abhu Graib, Guantánamo, Patriot Act, a maior crise desde a Grande Depressão, ficam também no currículo deste homem memorável.

Neste sentido momento de despedida, fica a certeza que Bush servirá de modelo a novas gerações de políticos ávidos de poder, pessoas para quem o legado de Dubya – a sua alcunha carinhosa – não será mais que uma meta a transpor, na ânsia de levar cada vez mais longe e com maior pujança a dominação global. Hoje é passado o testemunho.

mescalero

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. 20 Janeiro, 2009 às 4:20 pm

    De parvos não reza a história. Vai ficar como o pior presidente dos USA’s.

    Em relação a Obama, já sou velho demais para acreditar em milagres.

    Abraço

  2. 20 Janeiro, 2009 às 5:00 pm

    Deste não ficam saudades nenhumas. Esperemos é que daqui a 5 anos não estejamos a festejar também o adeus do Barraca Abana…

    Saudações do Marreta.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: