Início > Uncategorized > Os sem-abrigo

Os sem-abrigo

660220

«Acesso sem-abrigo a prestações sociais deve ser prioritária.
O ministro da Solidariedade Social defendeu  que o acesso dos sem-abrigo às prestações sociais deve constituir uma prioridade na Estratégia Nacional para Integração dos Sem-Abrigo, um investimento da Segurança Social de 75 milhões de euros.

Durante a apresentação da Estratégia Nacional, que decorreu hoje em Lisboa, Vieira da Silva afirmou que há »dificuldades» de acesso a prestações sociais, garantidas por lei, a quem mais delas necessitam, e que tem a sua «expressão máxima» nos sem-abrigo.

Outra aposta da Estratégia Nacional passa por haver um compromisso das instituições que trabalham no terreno, de forma a que se possa agir nas primeiras 24 horas na detecção de uma situação de sem-abrigo, dando-lhe «habitação condigna».

«Por contraposição com a resposta tradicional de emergência de fornecer refeições, alojamentos temporários e cuidar do bem-estar das pessoas, é tentar encontrar uma resposta mais estrutural com o compromisso da pessoa», explicou Vieira da Silva à margem da cerimónia de apresentação do documento, que reuniu várias instituições ligadas a esta realidade»       

É uma maravilha, agora já há dinheiro para tudo!

Aproximam-se as eleições e é vê-los a correr de cerimónia para cerimónia anunciando medidas fantásticas para tudo e para todos. Será que estes senhores não se mancam? Ou será que estão só a criar mais uns tachos para os filhos, sobrinhos ou enteados?

 Fique sabendo, senhor ministro, com as politicas deste governo o numero de portugueses sem abrigo irá, sem dúvida, aumentar.

#Mariazinha

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. 15 Março, 2009 às 3:43 am

    Basta ver que quando baixam as temperaturas se mobilizam esforços para acolher as criaturas debaixo de um tecto, numa espécie de caridadezinha politicamente-correcta para inglês ver. Depois, quer chova ou faça sol, tudo volta ao “normal”. Com o rumo que leva o desemprego, muito em breve teremos sem-abrigo por todo o país a penar.

    Uma vergonha

  2. libertario08
    15 Março, 2009 às 11:46 am

    Costumo dizer (o sr. de lá Palice não dizia melhor) “há pobres porque existem ricos e vice-versa. Que seriam dos ricos sem os pobres, onde iriam descarregar o seu fel, as suas frutrações aburguesadas, onde arranjariam alguém para “dar” a esmola domingueira à saída da missa e já agora, onde os governos neo-liberais de cariz fascisoide iriam encontrar motivos para as campanhas eleitorais, prometendo, prometendo, mentindo e mentindo, quem acreditava neles, só os pobres.

    # ferroadas

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: