Início > Uncategorized > A abstenção eleitoral (e política) nas democracias

A abstenção eleitoral (e política) nas democracias

f090313_abstgroszagitator

George Grosz, O Agitador (1928)

“Com ou sem propaganda abstencionista, não faltam as manifestações de cepticismo na democracia representativa, e o que vemos por todo o mundo é uma colossal perda de legitimidade desses regimes.”

Um longo texto de João Bernardo no Passa Palavra (um site novo que vai ganhando interesse) que aconselho a leitura. Nele, são analisados dados sobre as eleições em diversos países. O panorama parece ilucidativo, a abstenção é uma força tremenda e potencialmente demolidora porque traz consigo a desligitimação das próprias eleições.

“serão raros aqueles que julgam que podem mudar o mundo através do voto. Uns esforçam-se por conservar o tipo de sociedade em que vivem, sem pretenderem alterá-la, e não há dúvida de que as eleições são adequadas para deixar tudo na mesma fingindo que mudam alguma coisa.”

Eu diria que não é preciso ir tão longe como querer “mudar o mundo”. Não querem mudar sequer a política do centrão, e em muitos casos só não mantêm lá as mesmas fuças indefinidamente porque não podem, como acontece nas autarquias.

Opôr-se a esta estagnação sufocante é mais do que abster-se nas eleições, é preciso abster-se politicamente e começar a agir independentemente à procura da autonomia. A inacção não significa neutralidade porque se está a permitir a manutenção do que está. A inacção é ela própria uma contribuição, tem peso e significado.

“É interessante considerar que uma percentagem muito significativa de pessoas prefere mostrar a sua descrença pela democracia representativa pura e simplesmente não votando, em vez de eleger os candidatos de extrema-esquerda que se apresentam em plataformas críticas dessa democracia representativa.”

Talvez seja por essas pessoas terem a percepção que o facto dessas extremas-esquerdas concorrerem às eleições torna-as tão parlamentaristas como as outras forças políticas e, consequentemente, tão sujeitas como elas à perniciosidade do poleiro.Em bom rigor este parágrafo nem faz sentido, porque a crítica que essas forças de esquerda fazem não é à democracia representativa mas às políticas que são levadas a cabo por forças políticas opositoras. Que eu saiba nenhuma força de esquerda se opõe à representatividade e defende a autogestão e a horizontalidade.

mescalero

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. 17 Março, 2009 às 8:19 pm

    Em tempos não muito distantes, alguém bastante mais “iluminado” que os demais ficou/ficaram chocados por eu ter proferido o seguinte: “….a liberdade de votar é igual à liberdade de não votar…”

    O acto de não votar pode ser entendida como um acto de rotura com o sistema, como diz o nosso amigo “não há dúvida de que as eleições são adequadas para deixar tudo na mesma fingindo que mudam alguma coisa.”

    Esta frase diz (quase) tudo.

    Como tú dizes e muito bem, ainda não vi os partidos de esquerda discutirem ou sequer aflorarem a questão da auto-gestão, esta sim a verdadeira base da igualdade e do socialismo.

    Abraço

  2. Marreta
    17 Março, 2009 às 10:58 pm

    Pois Ferroadas, querias que aflorassem a questão da auto-gestão, então e depois os tachos para a fauna toda?

    Saudações do Marreta.

  3. mescalero
    18 Março, 2009 às 11:37 am

    Segundo me disseram, o socialismo (isto há muito tempo atrás, ainda o Mário Soares não era nascido) era qualquer coisa que tinha a ver com a autogestão dos meios de produção pelos trabalhadores. Mas não deve ser verdade. É um boato concerteza 😉

    um abraço aos dois

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: