Início > anarquismo, REVOLUÇÃO, Uncategorized > A força bruta contra a força da razão

A força bruta contra a força da razão

[blip.tv ?posts_id=1913382&dest=-1]

Esta é a forma como o sistema reage a quem protesta em defesa daquilo que considera justo. Lançam os seus cães de guarda, pagos com o dinheiro dos nossos impostos. Nesta caso estudantes que, em Barcelona, contestavam o Processo de Bolonha e a destruição da Universidade Publica. É verdade que mostrar livros a cães de guarda é o mesmo que abanar uma capa vermelha a um touro. Investem na sua cegueira, ou touros, ou na sua ignorância os cães.
Como deveremos enfrentar esta gente que utiliza a violência e a brutalidade contra a razão? Violentamente como apregoam os que defendem a revolução violenta ou utilizando o protesto pacifico na linha de Gandhi ou Luther King? Honestamente não sei a resposta e, se a razão me diz que se consegue melhores resultados a longo prazo com a luta pacífica, a emoção e a raiva criada pela violência policial criam a vontade de lhes malhar em cima também. O que sei é que sem luta, pacífica ou violenta, nada se consegue mudar. Os vampiros não largarão o poder se nada fizermos.

Anúncios
  1. 24 Março, 2009 às 10:37 pm

    “Ontem era fácil encaminhar as coisas no sentido que o Povo desejava. Hoje ainda se pode conseguir. Amanhã só com outra revolução. Paciência. Se para salvar o Povo, necessário for arriscar de novo a vida, estamos prontos.”

    Abraço

  2. mescalero
    26 Março, 2009 às 10:15 am

    Hoje estão ocupadas as universidades em 3 cidades do estado espanhol. As autoridades de Barcelona estão preparadas para reprimir a manifestação que não está legalizada.

    “Violentamente como apregoam os que defendem a revolução violenta ou utilizando o protesto pacifico na linha de Gandhi ou Luther King?”

    O post não está assinado e não sei quem faz a pergunta mas acho que ninguém tem uma resposta cabal a essa dúvida.

    Acho que a ideia de diversidade de tácticas é a que pode satisfazer toda a gente e produzir melhores resultados. Claro que a diversidade de tácticas não é a rebaldaria total, não é cada um fazer o que lhe der na gana e está tudo bem. Acho que há sempre alguns princípios gerais que devem ser respeitados que no fundo são a cola que vai unir e solidarizar todas as tendências.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: