Início > Uncategorized > AINDA O CRISTO-REI OU A TENTATIVA DE BRANQUEAMENTO DA PODRIDÃO

AINDA O CRISTO-REI OU A TENTATIVA DE BRANQUEAMENTO DA PODRIDÃO

e02eb067

Mais uma vergonha nacional aconteceu neste fim-de-semana passado, não por culpa do Cristo-Rei ou  da Nossa Senhora de Fátima, mas sim por obra e autoria de uma outra Fátima que felizmente não é nossa senhora mas senhora apenas de alguns, poucos.

A senhora a que me refiro foi a apresentadeira televisiva de serviço nas comemorações dos 50 anos do Santuário do Cristo-Rei e esmerou-se uma vez mais no convite aos personagens que com ela comentaram os acontecimentos, continuando a fazer jus à qualidade artística de um outro programa de variedades que dirige na televisão pública.

A coisa foi de tal maneira má que quem tivesse “aterrado” em Portugal e acompanhasse o programa televisivo diria que o país à altura da construção do referido monumento era dirigido – políticamente e religiosamente – por visionários de uma extrema bondade, amigos do Povo e indivíduos da mais alta estirpe, adeptos incondicionais da justiça, da solidariedade e liberdade!

Realmente com a participação de tais ilustres convidados e com a batuta de uma “maestra” deste calibre o que se assistiu foi a mais uma tentativa de branqueamento da podridão do antigo regime de uma forma tão insultuosa e vergonhosa que a mim até me deu para o vómito.

Ao longo da emissão autênticas pérolas foram lançadas aos espectadores pelos mais variados “artistas”, sempre com a conivência habitual da apresentadeira.

Lembro-me por exemplo de ser referido que no tempo da velha senhora a liberdade de imprensa era igual à que existe actualmente e que quando da cobertura da inauguração do Cristo-Rei a RTP teve total liberdade para fazer o programa da forma que bem entendeu sem o mínimo de censura. E o desfile de afirmações hilariantes continuou, muitas vezes emitidas por pessoas mais do que suspeitas, como por exemplo um padreco qualquer que dizia que viver em Lisboa na altura era um espectáculo, com muita segurança, tranquilidade e paz e que tinham sido dias muito felizes! Pudera…

Enfim, o rol foi tão extensivo que se tornaria fastidioso mencioná-lo aqui, no entanto quem acompanhou, mesmo por pouco tempo que fosse (como foi o meu caso), tais atrocidades certamente não passaram despercebidas.

Depois da tentativa de branqueamento do antigo regime, do Salazar e do Marcelo Caetano, é agora a vez do Cerejeira e de outra corja similar. Propositado ou não, o que é certo é que temos vindo a assistir nos tempos recentes de uma forma recorrente (e quanto a mim concertada) a uma sisnitra e persistente lavagem cerebral da população com fins e contornos bem definidos.

#Marreta

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. 18 Maio, 2009 às 9:00 pm

    O sistema burguês tenta a todo o custo manipular a populaça com as velhas máximas do fascismo; fado, futebol e fátima.

    O clero move-se que nem tubarão em águas mornas, quando existem crises sociais, assim como a direita, ambos são useiros e vezeiros em damagogia, apelando à caridadezinha bacoca e repugnante, as duas (clero e direita) andam sempre de mãos dadas.

  2. 19 Maio, 2009 às 8:36 pm

    Inqualificável!

    Qualquer adolescente que visse este programa ficaria decerto fã do estado novo.

    Bjos

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: