Início > Auto-Gestão, Exploração, liberdade, Movimento Social > SOLUÇÕES? CLARO QUE AS HÁ…

SOLUÇÕES? CLARO QUE AS HÁ…

Image and video hosting by TinyPic

imagem ferroadas

Numa altura em que a política partidária e seus seguidores entraram na falácia fácil para paspalho ouvir, o cidadão esfomeado, desempregado, explorado e humilhado, lá vai carregando a sua cruz, de esmola em esmola até à desgraça final.

Todos sabemos que estes senhores nada trazem de novo, a não ser as mesmas feiras e mercados, as mesmas lambedelas em idosos e criancinhas, os mesmos porta-chaves e isqueiros, as mesmas caras de hipócritas, as mesmas promessas, as mesmas aldrabices, no fundo, a mesma mediocridade.

Gostaria de perguntar a alguns desses tecnocratas a cheirar a perfume caro, que inalam cocaína, que vestem Armani e mascam tabaco cubano, o que fariam de concreto se se encontrassem desempregados, postos fora de casa por falta de pagamento ou sem dinheiro para comprar alimento para os filhos, sim, que fariam estes burgueses travestidos de defensores da plebe. Sim camaradas e amigos salvo raríssimas excepções (e estes não entram em fantuchadas destas)esta gente nunca soube o que foi o pão que o diabo amassou,  nunca limparam o suor da testa com a cota da mão, foram criados em berço de ouro, alguns (bastantes) trocaram a vida de burguês da linha pela burguesia partidária e pelos corredores do poder, outros, mais “progressistas” , lá vão subindo a escada do poder fingindo ser o que nunca foram, como podem eles saber o que queremos na realidade, o que necessitamos, quais as nossas carências efectivas, nunca o saberão. Os segundos dizem ser a vanguarda da classe operária;  os primeiros defensores dos valores da liberdade, afirmando ainda que os empresários devem ser “ajudados” vs financiados pelo estado, pois só assim se consegue diminuir o desemprego, etc., etc., só demagogia, pura demagogia.

 Soluções de curto prazo

 1 – Auto-gestão e controle total por parte dos trabalhadores das empresas cujos patrões a coberto da “crise” as encerram na maioria das vezes de forma fraudulenta.

 2 – Retomar e reorganizar o sector pesqueiro e agrícola e coloca-lo ao serviço do povo.

 3 – Nacionalização dos sectores base da economia (EDP, Galp, banca e seguros).

 4 – Saída imediata da UE

 Estes são a meu ver e para já as quatro medidas primordiais.

 O estado tem poder constitucional para o fazer, a auto-gestão e as cooperativas estão consignadas na constituição, assim como as nacionalizações. Quanto à UE  bastava para tal haver um referendo. O Povo decidia.

 O dinheiro que estão a dar a banqueiros e patrões que já provaram a sua incompetência, posto ao serviço do Povo, traria uma maior justiça e repartição igualitária da riqueza.

 # ferroadas

Anúncios
  1. nerieli
    15 Dezembro, 2009 às 2:09 pm

    olá, bom dia eu quero reclamar para claro que des de sabado não tem serviço no meu celular de gravatal pra braço do norte…
    por isso quero que tomem uma providencia… agora… obrigado teje um bom dia!!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: