Início > Uncategorized > Entre 10 e 13 empresas vão à falência por dia

Entre 10 e 13 empresas vão à falência por dia

Automation-Industrialization-comes-of-age-58835

“No primeiro semestre terão entrado em processo de insolvência e de falência de 1800 a 2400 empresas, mais 30% que no mesmo período de 2008. As mais penalizadas com o fenómeno são as pequenas e médias empresas (PME). Em Portugal, haverá cerca de 300 mil.

Por causa da crise nas vendas, má gestão, demora nos recebimentos, falta de rendibilidade e de competitividade de muitos negócios, estão a fechar portas, ou em sérias dificuldades, entre dez e 13 empresas por dia”

Sim, mas a crise nas vendas, a má gestão, demora nos recebimentos, etc. são devidos a quê? Fica a pergunta para os que vão convivendo pacificamente com a mercantilização de todos os aspectos das vida humana.

mescalero

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. 6 Agosto, 2009 às 12:17 pm

    Não necessitamos de ser experts em economia para verificar-mos que a quase totalidade dessas empresas entram em “falência” ou “insolvência” devido sobretudo à má gestão e á má formação moral e cívica do patronato. Este quer a todo o custo enriquecer em pouco tempo, sempre à custa dos baixos salários, da precariedade e da exploração. Os números que apresentas não são para mim nenhuma surpresa, o patronato tendo sempre como aliado o sistema burguês, aproveita-se da “crise” que eles próprios fomentaram, para marcharem em uníssono contra os trabalhadores.
    Num país a sério, com empresas auto-gestionárias, onde fosse-mos donos do nosso destino, onde não houvesse capitalismo, nada disso acontecia.

    A nossa resposta só pode ser uma:

    Revolta. Que mais nos resta senão a revolta, a insubmissão, o levantamento popular e a ocupação das empresas.

    #Ferroadas

  2. Marreta
    6 Agosto, 2009 às 3:12 pm

    … E se possível fosse o trabalhador trabalhava 24 horas / dia a pão e água. Para estes sabujos (empresários da “prosperidade”) o trabalhador mais não representa que cifrões e tudo o resto é conversa da treta. Assim que se lhes apresenta uma hipótese de diminuir os direitos/garantias dos trabalhadores e poderem chupar mais o sangue dos desgraçados pejo não lhes falta.
    Então não seria agora, que chegámos ao que chegámos, de responsabilizar estes “senhores” administradores, directores e gerentes da tanga e de despedi-los sem direito a indemenização? E mais, exigir-lhes a eles indmenizações compensatórias por destruirem o aparelho produtivo e desbaratarem recursos e postos de trabalho. PQP!

    O grande problema nesta questão é mesmo a subjugação da carneirada que, por falta de instrução/educação/formação/consciencialização/mentalidade libertária, vai aceitando tudo a troca de um bocado de pão para a boca e de uns cêntimos para o caracol e a imperial.

    Continuo com a minha teoria de que só um Holocausto laboral/social/económico poderá produzir frutos a curto/médio prazo. Só quando a situação se tornar insustentável e as desigualdade forem tão grandes que a pobreza, miséria, revolta e contestação se tornarem banais é que o rebanho agirá em conformidade.

    Saudações do Marreta.

  3. mescalero
    6 Agosto, 2009 às 3:53 pm

    Neste país quase que não há dissidência e a que há não está organizada. Está tudo por fazer.

  4. 6 Agosto, 2009 às 4:59 pm

    Então vamos organizar-nos. Já que quem o está nada consegue, ou porque não está interessado, ou, apesar da “contestação” se encosta ao sistema para daí tirar dividendos de tacho, temos de ser nós, que nos estamos cagando para as “lutas” partidárias, chamar a nós a tarefa da mudança, da contestação efectiva, da revolta.

    Vamos a isso camaradas.

    Abraço

    # Ferroadas

  5. mescalero
    7 Agosto, 2009 às 2:46 pm

    Caro Ferroadas, estou empenhado nisso. E se há coisa que não tenho dúvidas é que a organização horizontal é a única suportável e que ao mesmo tempo permite a criação de estruturas igualitárias de acção colectiva e o relacionamento livre entre os indivíduos. O resto são desculpas para evitar encarar os problemas de frente.

    abç

  6. 7 Agosto, 2009 às 10:09 pm

    Nem mais.

    Abraço

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: