Archive

Archive for the ‘Luta’ Category

É tudo a gamar….

19 Janeiro, 2011 Deixe um comentário
A burguesia partidária (PS, PSD, PCP, CDS, BE, VERDES!!!!! e MRPP!!!!) do burgo recebeu do nosso dinheiro no ano findo (2010) qualquer coisa como (não caiam da cadeira) 71,7 milhões de Euros, sendo o PS o mais agraciado (30 Milhões de Euros). Disto ninguém fala, digo ninguém desses partidos claro. Falam eles  em “moralização” dos gastos e dos subsídios estatais aos mesmos,  como se isso fosse possível, se são eles que “mexem” na massa, é o mesmo que dizer a um pasteleiro que não prove o creme dos pastéis de nata. Como se verifica é tudo farinha do mesmo saco no que toca a “massas”. Se a uns acho normal o gosto pelo “material”, já aos restantes acho estranho o silêncio. Coisas……
Já agora e dentro da mesma linha, como é possível a presidência da república gastar em 2010 também do dinheiro de todos nós, qualquer coisa como 18 milhões de Euros, dizer apenas que a casa Real espanhola gastou no mesmo período 9 milhões.
E arma-se esta gente nos mais sérios da paróquia, nos defensores dos pobres e oprimidos, da moralização e defesa da coisa pública e na equitativa distribuição da riqueza, para mim não passam duns salafrários de meia-tigela, ainda por cima com o meu dinheiro. Merda para tal gente.
# Jota Daniel

UM DIA O POVO ACORDARÁ

Temos assistido ultimamente ao descalabro total da chamada classe política do burgo. Os nossos políticos, são, na sua maioria medíocres, alguns até roçam o péssimo. Os casos de pura e dura incompetência são tantos e tão diversificados que seria fastidioso enumerá-los, para além de não caberem no espaço físico do blog. Desde a corrupção generalizada, onde (quase) todos têm as orelhas a arder, passando pelo compadrio e tachismo geral, continuando no beija-mão aos poderosos, terminando na subserviência aos chefes, tudo junto define a pobreza imensa e a falta de escrúpulos que esta gente tem.

Não me admirava nada que dentro de poucos anos só esta cambada vote neles próprios, pois tenho para mim que o Povo sente vergonha de tão “ilustres” e desavergonhados personagens e na sua imensa inteligência os mande à merda.

Penso que o sistema actual, “fabrica” às carradas, (qual fábrica chinesa de t’shirts) este tipo de mentecaptos, por isso, continuo a pensar que temos condições para mudar, para alterar o sistema, para encontrar alternativas, para, de uma vez por todas, o Povo se levantar em uníssono e dizer BASTA.

Para tal é necessário coragem e vontade. Um dia o Povo acordará.

 # Ferroadas

OS NOVOS COLONIZADORES

Image and video hosting by TinyPic

imagem net

Países como a China, Emirados Árabes Unidos e USA, estão “comprando” todo o que é terra arável e/ou cultivável em países do chamado terceiro mundo, como o Sudão, Zâmbia, Tanzânia, ou mesmo a Rússia. Mas também o Brasil, Ucrânia, Paquistão ou Moçambique, passando por Angola, Mali, R.D.Congo, Etiópia entre outros, estão “vendendo” ao desbarato e a troco sabe-se lá de quê terrenos agrícolas. Se verificarmos a maioria destes países, nomeadamente os africanos (são os que mais “vendem”) e paradoxalmente os que mais deles (terrenos) necessitam.

Como exemplo diria que o Sudão (tem actualmente cerca de cinco milhões de subalimentados) já “vendeu” aos chineses 1.500.000 hectares de terra de cultivo, a R.D.Congo cerca de 2.800.000 hectares.

E não se pense (longe disso) que chineses, americanos ou árabes o fazem para suprimir as carências alimentares daqueles povos, fazem-no para a troco de mão-de-obra escrava, os cultivarem e levarem para os respectivos países o pecúlio das sementeiras, não sobrando nem um grão que seja para os colonizados.

Eu chamo a isto ESCRAVATURA pura e dura.

Com a conivência de governantes corruptos, os novos colonizadores vão-se espalhando por tudo o que é sítio. Por cá também existem casos semelhantes, como o descoberto à pouco tempo no Alentejo, outros haverá.

Numa sociedade capitalista, onde à burguesia tudo se tolera, não é de estranhar acontecimentos deste teor, aliás, e ainda segundo o conceito capitalista vs liberal a riqueza só se consegue à custa de mão-de-obra subserviente, ora a “ida” destes neo-colonizadores para aquelas paragens é a prova disso mesmo.

Como libertário e defensor intransigente da liberdade total dos povos, não podia deixar de acusar o actual sistema em todas as suas vertentes, pois só ele e quem vegeta à sua volta é o responsável.    

# Ferroadas

Categorias:Exploração, liberdade, Luta

O EXEMPLO DE AIVADOS (II)

25 Agosto, 2009 3 comentários

imagebam.com imagebam.com 

imagebam.com imagebam.com imagebam.com

imagebam.com imagebam.com imagebam.com

imagebam.com imagebam.com imagebam.com

imagebam.com imagebam.com imagebam.com

imagebam.com imagebam.com imagebam.com

imagebam.com  imagebam.com imagebam.com

No seguimento do post dedicado a Aivados elaborado pela camarada Mariazinha em 26/1/2009 e colocado aqui no Libertário, decidi acrescentar algo mais à história daquela terra e daquelas gentes, contada por um habitante no passado dia 20 de Agosto durante uma visita por mim feita.

Nada existe de concreto, a história de Aivados perde-se no tempo e segundo tem passado de pais para filhos, a mesma remonta a 1645 reinava em Portugal D.João IV.

Uma tal Maria Lemos proprietária de vastas terras alentejanas teria doado ao Povo de Aivados cerca de 400 hectares de terra. Durante alguns anos o Povo não se entendeu, para além de alguns nobres e o clero quererem usurpar as terras. Até que em 1655 o Rei D.João IV, decretou que aquelas terras seriam do Povo de Aivados e só ele poderia administra-lo.

Dizer também que actualmente, para além do que vem mencionado no post aqui publicado pela camarada Mariazinha, hoje Aivados tem características únicas e absolutamente libertárias, como exemplo (será que foi aqui que o 1º ministro se inspirou?) cada nascido em Aivados recebe €50 da comunidade, a família de cada falecido recebe também €50. Em Dezembro cada cabeça de casal recebe €25 e cada criança €15. Toda a produção de gado ou produtos agrícolas são do Povo, cujos lucros da venda dos mesmos revertem para a comunidade, assim como o aluguer de duas pedreiras ou terrenos de cultivo.  

Vale a pena ir até Aivados, conhecer in-loco a vida daquele Povo, sua história e como é bom viver numa comunidade assim, sem chefes, sem mandantes, sem caciques, sem caudilhos, enfim, viver em Liberdade plena, onde o culto da personalidade não existe.

Tudo é de todos, nada é de ninguém.

# Ferroadas

 

OS CHUPISTAS DA TAP CONTINUAM A GOZAR COM OS TRABALHADORES!

Continuam a gozar com o povo trabalhador, e à descarada!

Para além da renovação da frota dos chupistas da TAP, os esmerados administradores/directores auto-aumentaram-se em 17%, enquanto os trabalhadores há dois anos que não vêem os seus salários actualizados.

O chupista-mor, que dá pelo nome de Fernando Pinto, na tentativa de camuflar a realidade e atirar areia aos olhos da opinião pública e dos trabalhadores, tinha vindo o ano passado afirmar que prescindiria de 10% do seu vencimento, de forma a colaborar na contenção de custos da empresa atingida pela crise global. Ora, a realidade demonstra precisamente o contrário, os seus rendimentos duplicaram de 400.000 euros para 800.000 euros em 2008, o que demonstra a sua boa vontade e o seu espírito de colaboração no combate à crise. Segundo um porta-voz da corja, este aumento seria devido aos prémios de gestão em atraso! Então e os prémios de produtividade dos trabalhadores, onde é que estão?!

Perante tais factos, é imperativo, não só apoiar as acções grevistas propostas para 28 e 29 deste mês e 11 e 12 de Setembro, mas também incentivar uma greve total enquanto as promessas publicitárias da administração não forem cumpridas e os trabalhadores não forem aumentados condignamente.

Mais, em último caso há que desobedecer à requisição civil e continuar firme na luta e defesa dos interesses dos trabalhadores até que nem um único avião levante vôo ou aterre!

Estamos fartos de fantochadas!!!

# Marreta